Escritório Político

Site oficial de Vitor Manuel Marques – Gaia

Presidenciais Portuguesas / 2016

  Hoje em dia, só uma intervenção da Presidência da República pode ajudar a inverter o caminho suicidário em que a politica nacional colocou o País. Porque o seu nível de penetração é transversal, poderia desencadear um processo de regeneração. É possível exercer os poderes presidenciais constitucionalmente previstos para promover a regeneração do regime. Foi a corrupção que nos trouxe  [ Read More ]

Reformas e Segurança Social – Desiderato Nacional / uma solução!

     “Coragem em Tempos de Medo”   O sistema de segurança social português desmoronou, os pensionistas e reformados não têm garantidas as suas reformas, e os trabalhadores no activo suspeitam que, na sua velhice, jamais irão beneficiar dos descontos que mensalmente lhes reduzem, e muito, o rendimento. E os partidos políticos, no Governo e na Oposição, nas suas visões distorcidas  [ Read More ]

Eleições Legislativas / 2015 – FACTOS

Eleições Legislativas / 2015 – FACTOS a) a Coligação PaF perde 700.000 votos, perde 25 deputados, perde a maioria absoluta e obtém uma percentagem inferior à do PSD sozinho em 2011. O PSD isolado perde 19 deputados obtém apenas 1 deputado a mais que o PS (86 vs 85), o CDS perde 6 deputados, o BE tem um deputado a  [ Read More ]

Código do Trabalho – A Concertação Colectiva 2015/2019

Vitor ManuelMarques     Código do Trabalho – Concertação Colectiva Temos que sair da lógica que penaliza o emprego. Ao contrário do Governo, acreditamos no trabalho e no mérito que existe nesse esforço de recompensas que permite distinguirem-se e levantarem-se   as  empresas. O código do trabalho deve ser refundado em torno destes valores, a fim de incentivar o emprego.  [ Read More ]

Politica de desenvolvimento regional da união europeia

Política regional Colmatar as lacunas em matéria de prosperidade Embora a União Europeia seja uma das regiões mais ricas do mundo, existem grandes diferenças de nível de prosperidade, tanto no interior de cada país como entre os vários países da UE. O país mais rico, o Luxemburgo, é sete vezes mais rico do que a Roménia e a Bulgária, os  [ Read More ]

AS OMISSÕES PROGRAMÁTICAS E AS CAMPANHAS ELEITORAIS.

  Como diz o meu amigo Vítor Andrade neste artigo e que eu subscrevo na integra: O que mais gostei de ver discutido nesta campanha foi política de cultura, saúde, educação, turismo, agricultura, pescas, indústria, ambiente, empreendedorismo, investigação e desenvolvimento, energia, europa, ordenamento do território, desenvolvimento regional, enfim, banalidades. Votai, pois, em consciência, bem informadinhos e esclarecidinhos sobre o que  [ Read More ]

Quem fica com o dinheiro das novas apostas online? Parte da resposta é dada pela Portaria n.º 314/2015 que “fixa o modo de repartição do montante de 37,5 % do imposto especial de jogo online“. Esta portaria surge na sequência do  Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO) aprovado pelo decreto-lei nº 66/2015  no qual se atribuíram concessões e definiram âmbitos  [ Read More ]

PENSÕES, REFORMAS O PLAFONAMENTO

António Costa entrou no populismo rasca: prometeu aumentar todas as pensões mínimas. Não sei se a tirada surgiu porque se estava a sentir entalado ou porque está preocupado com as sondagens, mas António Costa sabe que não tem dinheiro para prometer o que prometeu. E se não sabe devia saber (porque isso está claro no programa do PS). Prometer aumentar  [ Read More ]

A DESPESA do ESTADO – RECEITAS – REFORMAS – SALÁRIOS

vitor manuel marques A DESPESA do ESTADO – RECEITAS – REFORMAS – SALÁRIOS o ESTADO da ECONOMIA e as MENTIRAS propaladas … Dadas dúvidas e afirmações proferidas pelo Governo e por alguns Comentadores, surgidas em órgãos de Informação, venho agora divulgar para Vosso conhecimento o seguinte: … A.- DESPESAS do Estado sobre RECEITAS do Estado B.- DESPESAS do Estado sobre  [ Read More ]

Caros Presentes: Entendemos nós que se coloca o dedo na ferida, e bem, ao questionar que caminho Portugal deve seguir, para alcançar a prosperidade, sabendo nós que, as decisões políticas tomadas hoje, vão influenciar o futuro do país, nos próximos 50 anos. Aliás, quando se questiona se Portugal devia destinar uma fatia relevante do investimento, de forma a garantir um  [ Read More ]

Procurar

Popular